COVID-19
Informes Científicos CHEQUEADOS

América Latina Investiga

Artículos recientes publicados por colecciones de revistas científicas biomédicas de América Latina.
La información se presenta en castellano, portugués o inglés, según fuera publicada por los editores o registrada en las bases de datos.
La mayoría de los artículos enlaza con los textos completos y gratuitos de las revistas.
Los trabajos fueron provistos por sus editores o seleccionados por SIIC en recursos documentarios de la región: Scielo, Lilacs, BVS, WHO Iris, Lis, PAHO Iris, SIIC Data Bases y otros.

 
Quem cuida de quem cuida? Levantamento e caracterização da saúde mental de profissionais da saúde frente à pandemia do Covid-19
Who takes care of those who care? ­ A survey on the mental health of health professionals facing the Covid-19 pandemic

Nazar, Thais Cristina Gutstein; Universidade Paranaense. , Jacondino, Eduarda Voss; Universidade Paranaense. , Leer más
Ramos, Geisiane Gasparin; Universidade Paranaense. , Silva, Ágatha Izis Pierozan da; Universidade Paranaense. , Silva, Graciane Barboza; Universidade Paranaense.



Fuente científica: Arq. ciências saúde UNIPAR

Fecha de actualización: 28 Marzo, 2022

A pandemia da COVID-19 alterou os cenários do mundo todo, bem como as rotinas e as formas de viver. Os profissionais da saúde fazem parte da população atuante na linha de frente, e, por sua vez, tornam-se um grupo de risco, o que causa sentimentos como estresse e ansiedade, podendo chegar a apresentar sinais de depressão. Diante disso, o objetivo deste trabalho é caracterizar a presença de indicativos de ansiedade, de estresse e de depressão, relacionando-os com habilidades sociais, em 70 profissionais da área da saúde de uma cidade do interior do Paraná. Para a avaliação de tais variáveis, foram utilizados a Escala HAD para avaliar sinais/sintomas de ansiedade e depressão, a Escala de Estresse Percebido (EPS-10) para avaliar a variável estresse e um questionário aberto adaptado (CABALLO, 2003) para as habilidades sociais. A partir dos resultados obtidos, observou-se que a grande maioria apresenta sinais indicativos de depressão (79,7%), bem como sinais de ansiedade (78,6%), além disso, apresentam elevados índices de estresse quando comparados à amostra normativa brasileira. Dessa forma, entende-se que os profissionais da saúde estão predispostos a apresentarem resultados elevados, visto que estão expostos a um contexto estressor e de risco, necessitando também de estratégias de cuidado. Ainda, é importante que haja mais estudos na área, uma vez que, o contexto da pandemia da COVID-19 é algo novo e requer novas formas de enfrentamento.

The COVID-19 pandemic has changed the world's scenarios as well as the routines and ways of living. Health professionals are part of the population acting in the front line, and in turn, they have become a risk group, which causes feelings such as stress and anxiety, with some may even showing signs of depression. Therefore, the purpose of this work is to characterize the presence of signs of anxiety, stress and depression and relate them to social skills in 70 health professionals in a city in Paraná. For the evaluation of such variables, the HAD Instrument Scale was used to evaluate signs/symptoms of anxiety and depression, with the Perceived Stress Scale (PSS-10) also being used to evaluate the stress variable, in addition to an adapted open questionnaire (CABALLO, 2003) for social skills. From the results obtained, it could be observed that the majority of the participants presents signs of depression (79.7%), as well as signs of anxiety (78.6%). Furthermore, they also present high levels of stress when compared to the Brazilian normative sample. Thus, it can be understood that health professionals are predisposed to presenting high results, since they are exposed to a stressful and high-risk context and are also in need of caring strategies. Furthermore, it is important to further expand studies in the area, given that the context of the COVID-19 pandemic is something new and therefore, requires new forms of confrontation.

Palabras clave: COVID-19. Pandemia. Ansiedade. Habilidades Sociais. Depressão. Estresse, COVID-19. Pandemic. Anxiety. Social skills. Depression. Stress

Quem cuida de quem cuida? Levantamento e caracterização da saúde mental de profissionais da saúde frente à pandemia do Covid-19
Who takes care of those who care? ­ A survey on the mental health of health professionals facing the Covid-19 pandemic

Nazar, Thais Cristina Gutstein; Universidade Federal do Paraná (UFPR). Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Jacondino, Eduarda Voss; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Leer más
Ramos, Geisiane Gasparin; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Ágatha Izis Pierozan da; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Graciane Barboza; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR



Fuente científica: Arq. ciências saúde UNIPAR

Fecha de actualización: 28 Marzo, 2022

A pandemia da COVID-19 alterou os cenários do mundo todo, bem como as rotinas e as formas de viver. Os profissionais da saúde fazem parte da população atuante na linha de frente, e, por sua vez, tornam-se um grupo de risco, o que causa sentimentos como estresse e ansiedade, podendo chegar a apresentar sinais de depressão. Diante disso, o objetivo deste trabalho é caracterizar a presença de indicativos de ansiedade, de estresse e de depressão, relacionando-os com habilidades sociais, em 70 profissionais da área da saúde de uma cidade do interior do Paraná. Para a avaliação de tais variáveis, foram utilizados a Escala HAD para avaliar sinais/sintomas de ansiedade e depressão, a Escala de Estresse Percebido (EPS-10) para avaliar a variável estresse e um questionário aberto adaptado (CABALLO, 2003) para as habilidades sociais. A partir dos resultados obtidos, observou-se que a grande maioria apresenta sinais indicativos de depressão (79,7%), bem como sinais de ansiedade (78,6%), além disso, apresentam elevados índices de estresse quando comparados à amostra normativa brasileira. Dessa forma, entende-se que os profissionais da saúde estão predispostos a apresentarem resultados elevados, visto que estão expostos a um contexto estressor e de risco, necessitando também de estratégias de cuidado. Ainda, é importante que haja mais estudos na área, uma vez que, o contexto da pandemia da COVID-19 é algo novo e requer novas formas de enfrentamento.

The COVID-19 pandemic has changed the world's scenarios as well as the routines and ways of living. Health professionals are part of the population acting in the front line, and in turn, they have become a risk group, which causes feelings such as stress and anxiety, with some may even showing signs of depression. Therefore, the purpose of this work is to characterize the presence of signs of anxiety, stress and depression and relate them to social skills in 70 health professionals in a city in Paraná. For the evaluation of such variables, the HAD Instrument Scale was used to evaluate signs/symptoms of anxiety and depression, with the Perceived Stress Scale (PSS-10) also being used to evaluate the stress variable, in addition to an adapted open questionnaire (CABALLO, 2003) for social skills. From the results obtained, it could be observed that the majority of the participants presents signs of depression (79.7%), as well as signs of anxiety (78.6%). Furthermore, they also present high levels of stress when compared to the Brazilian normative sample. Thus, it can be understood that health professionals are predisposed to presenting high results, since they are exposed to a stressful and high-risk context and are also in need of caring strategies. Furthermore, it is important to further expand studies in the area, given that the context of the COVID-19 pandemic is something new and therefore, requires new forms of confrontation.

Palabras clave: COVID-19. Pandemia. Ansiedade. Habilidades Sociais. Depressão. Estresse, COVID-19. Pandemic. Anxiety. Social skills. Depression. Stress

Quem cuida de quem cuida? Levantamento e caracterização da saúde mental de profissionais da saúde frente à pandemia do Covid-19
Who takes care of those who care? ­ A survey on the mental health of health professionals facing the Covid-19 pandemic

Nazar, Thais Cristina Gutstein; Universidade Federal do Paraná (UFPR). Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Jacondino, Eduarda Voss; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Leer más
Ramos, Geisiane Gasparin; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Ágatha Izis Pierozan da; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Graciane Barboza; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR



Fuente científica: Arq. ciências saúde UNIPAR

Fecha de actualización: 28 Marzo, 2022

A pandemia da COVID-19 alterou os cenários do mundo todo, bem como as rotinas e as formas de viver. Os profissionais da saúde fazem parte da população atuante na linha de frente, e, por sua vez, tornam-se um grupo de risco, o que causa sentimentos como estresse e ansiedade, podendo chegar a apresentar sinais de depressão. Diante disso, o objetivo deste trabalho é caracterizar a presença de indicativos de ansiedade, de estresse e de depressão, relacionando-os com habilidades sociais, em 70 profissionais da área da saúde de uma cidade do interior do Paraná. Para a avaliação de tais variáveis, foram utilizados a Escala HAD para avaliar sinais/sintomas de ansiedade e depressão, a Escala de Estresse Percebido (EPS-10) para avaliar a variável estresse e um questionário aberto adaptado (CABALLO, 2003) para as habilidades sociais. A partir dos resultados obtidos, observou-se que a grande maioria apresenta sinais indicativos de depressão (79,7%), bem como sinais de ansiedade (78,6%), além disso, apresentam elevados índices de estresse quando comparados à amostra normativa brasileira. Dessa forma, entende-se que os profissionais da saúde estão predispostos a apresentarem resultados elevados, visto que estão expostos a um contexto estressor e de risco, necessitando também de estratégias de cuidado. Ainda, é importante que haja mais estudos na área, uma vez que, o contexto da pandemia da COVID-19 é algo novo e requer novas formas de enfrentamento.

The COVID-19 pandemic has changed the world's scenarios as well as the routines and ways of living. Health professionals are part of the population acting in the front line, and in turn, they have become a risk group, which causes feelings such as stress and anxiety, with some may even showing signs of depression. Therefore, the purpose of this work is to characterize the presence of signs of anxiety, stress and depression and relate them to social skills in 70 health professionals in a city in Paraná. For the evaluation of such variables, the HAD Instrument Scale was used to evaluate signs/symptoms of anxiety and depression, with the Perceived Stress Scale (PSS-10) also being used to evaluate the stress variable, in addition to an adapted open questionnaire (CABALLO, 2003) for social skills. From the results obtained, it could be observed that the majority of the participants presents signs of depression (79.7%), as well as signs of anxiety (78.6%). Furthermore, they also present high levels of stress when compared to the Brazilian normative sample. Thus, it can be understood that health professionals are predisposed to presenting high results, since they are exposed to a stressful and high-risk context and are also in need of caring strategies. Furthermore, it is important to further expand studies in the area, given that the context of the COVID-19 pandemic is something new and therefore, requires new forms of confrontation.

Palabras clave: COVID-19. Pandemia. Ansiedade. Habilidades Sociais. Depressão. Estresse, COVID-19. Pandemic. Anxiety. Social skills. Depression. Stress

Quem cuida de quem cuida? Levantamento e caracterização da saúde mental de profissionais da saúde frente à pandemia do Covid-19
Who takes care of those who care? ­ A survey on the mental health of health professionals facing the Covid-19 pandemic

Nazar, Thais Cristina Gutstein; Universidade Federal do Paraná (UFPR). Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Jacondino, Eduarda Voss; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Leer más
Ramos, Geisiane Gasparin; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Ágatha Izis Pierozan da; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR, Silva, Graciane Barboza; Universidade Paranaense (Unipar). Francisco Beltrão, Pr. BR



Fuente científica: Arq. ciências saúde UNIPAR

Fecha de actualización: 28 Marzo, 2022

A pandemia da COVID-19 alterou os cenários do mundo todo, bem como as rotinas e as formas de viver. Os profissionais da saúde fazem parte da população atuante na linha de frente, e, por sua vez, tornam-se um grupo de risco, o que causa sentimentos como estresse e ansiedade, podendo chegar a apresentar sinais de depressão. Diante disso, o objetivo deste trabalho é caracterizar a presença de indicativos de ansiedade, de estresse e de depressão, relacionando-os com habilidades sociais, em 70 profissionais da área da saúde de uma cidade do interior do Paraná. Para a avaliação de tais variáveis, foram utilizados a Escala HAD para avaliar sinais/sintomas de ansiedade e depressão, a Escala de Estresse Percebido (EPS-10) para avaliar a variável estresse e um questionário aberto adaptado (CABALLO, 2003) para as habilidades sociais. A partir dos resultados obtidos, observou-se que a grande maioria apresenta sinais indicativos de depressão (79,7%), bem como sinais de ansiedade (78,6%), além disso, apresentam elevados índices de estresse quando comparados à amostra normativa brasileira. Dessa forma, entende-se que os profissionais da saúde estão predispostos a apresentarem resultados elevados, visto que estão expostos a um contexto estressor e de risco, necessitando também de estratégias de cuidado. Ainda, é importante que haja mais estudos na área, uma vez que, o contexto da pandemia da COVID-19 é algo novo e requer novas formas de enfrentamento.

The COVID-19 pandemic has changed the world's scenarios as well as the routines and ways of living. Health professionals are part of the population acting in the front line, and in turn, they have become a risk group, which causes feelings such as stress and anxiety, with some may even showing signs of depression. Therefore, the purpose of this work is to characterize the presence of signs of anxiety, stress and depression and relate them to social skills in 70 health professionals in a city in Paraná. For the evaluation of such variables, the HAD Instrument Scale was used to evaluate signs/symptoms of anxiety and depression, with the Perceived Stress Scale (PSS-10) also being used to evaluate the stress variable, in addition to an adapted open questionnaire (CABALLO, 2003) for social skills. From the results obtained, it could be observed that the majority of the participants presents signs of depression (79.7%), as well as signs of anxiety (78.6%). Furthermore, they also present high levels of stress when compared to the Brazilian normative sample. Thus, it can be understood that health professionals are predisposed to presenting high results, since they are exposed to a stressful and high-risk context and are also in need of caring strategies. Furthermore, it is important to further expand studies in the area, given that the context of the COVID-19 pandemic is something new and therefore, requires new forms of confrontation.

Palabras clave: COVID-19. Pandemia. Ansiedade. Habilidades Sociais. Depressão. Estresse, COVID-19. Pandemic. Anxiety. Social skills. Depression. Stress

Estudios métricos de la información en Brasil: un campo científico
Metric studies of information in Brazil: a successful scientific field

Sobral, Natanael Vitor; Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Ciência da Informação. Recife. BR, Bufrem, Leilah Santiago; Universidade Federal de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Recife. BR


Fuente científica: RECIIS (Online)

Fecha de actualización: 24 Marzo, 2022

Palabras clave: Comunicación científica, Comunicação científica, Estudios de métricas de información, Estudos métricos da informação, Indicadores científicos em saúde, Indicadores científicos en salud, Información científica en salud, Information metric studies, Informação científica em saúde, Políticas científicas, Políticas científicas, Scientific communication, Scientific indicators in health, Scientific information in health, Scientific policies

Y si el scanCOVID-19 hubiese nacido en 2022?
And if the scanCOVID-19 had been born in 2002?

Guimarães, Maria Cristina Soares; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Programa de Pós-graduação em Informação e Comunicação em Saúde. Rio de Janeiro. BR, Barbosa, Janio Gustavo; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Programa de Pós-graduação em Informação e Comunicação em Saúde. Rio de Janeiro. BR


Fuente científica: RECIIS (Online)

Fecha de actualización: 24 Marzo, 2022

Acompañar la velocidad de los cambios, cualitativos y cuantitativos, en la producción de conocimiento en tiempos de la pandemia de covid-19 ha impulsado el desarrollo de numerosas iniciativas de seguimiento de la información científica. El scanCOVID-19 fue uno de ellos. Esta nota de coyuntura busca situar la importancia de invertir en proyectos de esta naturaleza, que puedan tener efectos sobre las relaciones entre ciencia, Estado y sociedad.

Acompanhar a velocidade das mudanças, qualitativas e quantitativas, na produção de conhecimento em tempos de pandemia de covid-19 impulsionou o desenvolvimento de inúmeras iniciativas de monitoramento da informação científica. O scanCOVID-19 foi uma delas. Essa nota de conjuntura procura situar a importância do investimento em projetos dessa natureza, que possam ter reflexos nas relações entre ciência, Estado e sociedade.

Keeping up with the speed of qualitative and quantitative changes in the production of knowledge in times of the covid-19 pandemic was a stimulus to the development of numerous initiatives to track scientific information. The scanCOVID-19 was one of them. This note seeks to situate the importance of investing in projects of the same nature, which may have effects on the relations between science, state, and society.

Palabras clave: Ciencia abierta, Ciencia de datos, Ciência aberta, Ciência de dados, Covid-19, Covid-19, Covid-19, Data science, Information tracking, Monitoramento de informação, Open science, ScanCOVID-19, ScanCOVID-19, ScanCOVID-19, Seguimiento de la información

Estudios métricos de la información en Brasil: un campo científico
Metric studies of information in Brazil: a successful scientific field

Sobral, Natanael Vitor; Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Ciência da Informação. Recife. BR, Bufrem, Leilah Santiago; Universidade Federal de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Recife. BR


Fuente científica: RECIIS (Online)

Fecha de actualización: 24 Marzo, 2022

Palabras clave: Comunicación científica, Comunicação científica, Estudios de métricas de información, Estudos métricos da informação, Indicadores científicos em saúde, Indicadores científicos en salud, Información científica en salud, Information metric studies, Informação científica em saúde, Políticas científicas, Políticas científicas, Scientific communication, Scientific indicators in health, Scientific information in health, Scientific policies

Y si el scanCOVID-19 hubiese nacido en 2022?
And if the scanCOVID-19 had been born in 2002?

Guimarães, Maria Cristina Soares; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Programa de Pós-graduação em Informação e Comunicação em Saúde. Rio de Janeiro. BR, Barbosa, Janio Gustavo; Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Programa de Pós-graduação em Informação e Comunicação em Saúde. Rio de Janeiro. BR


Fuente científica: RECIIS (Online)

Fecha de actualización: 24 Marzo, 2022

Acompañar la velocidad de los cambios, cualitativos y cuantitativos, en la producción de conocimiento en tiempos de la pandemia de covid-19 ha impulsado el desarrollo de numerosas iniciativas de seguimiento de la información científica. El scanCOVID-19 fue uno de ellos. Esta nota de coyuntura busca situar la importancia de invertir en proyectos de esta naturaleza, que puedan tener efectos sobre las relaciones entre ciencia, Estado y sociedad.

Acompanhar a velocidade das mudanças, qualitativas e quantitativas, na produção de conhecimento em tempos de pandemia de covid-19 impulsionou o desenvolvimento de inúmeras iniciativas de monitoramento da informação científica. O scanCOVID-19 foi uma delas. Essa nota de conjuntura procura situar a importância do investimento em projetos dessa natureza, que possam ter reflexos nas relações entre ciência, Estado e sociedade.

Keeping up with the speed of qualitative and quantitative changes in the production of knowledge in times of the covid-19 pandemic was a stimulus to the development of numerous initiatives to track scientific information. The scanCOVID-19 was one of them. This note seeks to situate the importance of investing in projects of the same nature, which may have effects on the relations between science, state, and society.

Palabras clave: Ciencia abierta, Ciencia de datos, Ciência aberta, Ciência de dados, Covid-19, Covid-19, Covid-19, Data science, Information tracking, Monitoramento de informação, Open science, ScanCOVID-19, ScanCOVID-19, ScanCOVID-19, Seguimiento de la información

Estudios métricos de la información en Brasil: un campo científico
Metric studies of information in Brazil: a successful scientific field

Sobral, Natanael Vitor; Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Ciência da Informação. Recife. BR, Bufrem, Leilah Santiago; Universidade Federal de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Recife. BR


Fuente científica: RECIIS (Online)

Fecha de actualización: 24 Marzo, 2022

Palabras clave: Comunicación científica, Comunicação científica, Estudios de métricas de información, Estudos métricos da informação, Indicadores científicos em saúde, Indicadores científicos en salud, Información científica en salud, Information metric studies, Informação científica em saúde, Políticas científicas, Políticas científicas, Scientific communication, Scientific indicators in health, Scientific information in health, Scientific policies